quarta-feira, 22 de setembro de 2010

QUANDO ELA NÃO QUER TRANSAR

Arte de Cínthya Verri



Mulher que alega enxaqueca para não transar não tem classe.

A dor de cabeça é preguiça, ela demonstra que não tem nenhuma motivação em esconder a ausência de apetite, que você não vale nem o esforço de mentir. Não merece uma desculpa convincente.

Zomba de sua tara. Nas entrelinhas, avisa: cai fora, e vira definitivamente ao lado. A relação está com os dias contados. Não é falta de vontade de sexo, é falta total de ânimo para ficar junto, até para dormir junto.

Elegância é quando ela desvia o assunto com histórias tristes. Mulher quando vai para cama e conta tragédias é que ela está decidida a não transar. Ela pôs isso na cabeça desde o café da manhã e não muda de ideia. Porque a mulher acorda sabendo que vai dar ou não. Não duvide da premeditação — ela se conhece mais do que o homem.

Óbvio que identifica os sinais no radar, a mão do parceiro deslizando desde o banheiro, o convite dos beijos, o beijo fica lânguido, molhado, espumoso, qualquer um percebe quando o outro está excitado, não é um mistério. Natural que ela evite discutir o assunto diretamente, tipo “não estou a fim hoje” ou “estou muito cansada”. Será muito desgastante, seu companheiro se sentirá um fracassado, aparecerão espinhas residuais da adolescência. Ou se encherá de autoridade para denunciar o tempo de abstinência. Virá com um relatório, são sete dias e 20 horas no seco!, como alguém que pede um reajuste salarial. Sempre quando confessamos que não desejamos nada naquela noite, temos que explicar durante horas o motivo. Há a tese unânime de que seria mais simples transar do que discutir.

A objetividade é insana no relacionamento. Por que existe um medo tremendo de ser enganado, de não detectar o desamor a tempo, como se fizesse diferença descobrir antes ou depois. A insegurança gera evasivas. Ninguém fala o que realmente quer ou não quer, com receio de melindrar. No brasileiro, a síndrome é doentia, a reputação tropical e quente derreteu nossos miolos. Aqui, não trepar é não amar. Diante da negativa, instala-se a desconfiança: não se interessa mais por mim?

A esposa está indisposta sexualmente quando recorda da avó doente. É um truque repassado de mãe para filha. Tem 100% de aproveitamento. Toda fêmea guarda na manga da camisola sexy uma ancestral doente ou no asilo. Nunca mencionou sua existência durante cinco anos de convivência. De supetão, ela surge, imperiosa, desgrenhada, carente e abandonada. Sua mulher põe dois travesseiros nas costas e senta para confidenciar da culpa por não visitá-la. “Será que ela se lembra de mim? Tão triste e sozinha lá…”

Você está com o volume máximo na calça, cheiroso, malicioso como uma cobra na relva, e ela encerra o entusiasmo dos seus toques com reminiscências da parente adoecida. Se não frear seu ímpeto, irá repreendê-lo:

— Pô, é importante, não está prestando atenção, estou me abrindo…

Fodeu, ou melhor, não fodeu mesmo. Ela não está se abrindo, está se fechando. Use as velas aromáticas para o velório da avó. A sonolência pesará nas pálpebras, começará uma série de bocejos irresistíveis e dormirá primeiro, ainda por cima com a fama de insensível.




Crônica publicada no site Vida Breve

37 comentários:

Aline Patrícia disse...

Adorei. Tiro o chapéu pra dizer que mesmo com os exagerinhos propositais, tens toda a razão, a mulher tem a capacidade de premeditar sua vida desde que acorda, principalmente em relação aos homens. Aliás, a sensibilidade ajuda bastante, o parceiro nem precisa se insinuar muito...
Enfim, é nessa dinâmica que seguem os relacionamentos, entre altos e baixos, noites de tesão incontrolável e outras de tranquilidade. Essencial, então, é ter o jogo de cintura necessário para levar a vida a dois com todos os seus percalços. :)

Leandro Lima disse...

Entendo perfeitamente, Fabro!

Letícia Palmeira disse...

Ri um bocado... e é verdade... "Toda fêmea guarda na manga da camisola sexy uma ancestral doente ou no asilo."

Mariana Serafini disse...

ótimo!
"Não trepar é não amar (...) não está mais interessado em mim"
a necessidade da tempestade em copo d'água é incrível!
hsushushsushsu

muito boa a forma leve com que vc descreve situações cotidianas.

obrigada pelos textos!

Giovana Damaceno disse...

O roll de tragédias, tristezas, dramas é infinito quando se trata de dizer "não tô a fim". Daria uma nova crônica citá-las. Ou duas. Ou três...

Mariana disse...

Na verdade o "machismo" que nós mulheres cultivamos não permite que digamos apenas: "Não tô afim, amor!".Simples assim...não estar afim é um direito. Digo isso porque se é ele que não está na pilha, rola o maior drama da nossa parte - "Tu não gosta mais de mim...o que que fiz...tá interessado em outra. Acho que um relacionamento "saudável" tem de superar essas sacralizações que o sexo impõe...às vezes estamos sem muita vontade, mas depois que começa, foi...engrena. Leveza em vez de "obrigação", risadas no lugar de cobranças deixariam tudo mais simples e gostoso.

Mileny disse...

Muito bom! ADOREI!!!


Beijos

Maria Tereza disse...

Quem mandou você conhecer tão bem as mulheres, hein?! Rum! Brilhante sempre! =)

Ana Jaci disse...

Caraca! O que mais falar, que tudo está nessa perfeição?! Guri, tu sempre me surpreende! bjuh

Oria Allyahan disse...

Huihaoiuhaiuhoiaua... poxa, cara, aí vc acaba com as mulheres!!!

Ler sua crônica foi como ouvir uma música de Chico Buarque: decifração total.

Parabéns!

^^

Rob Novak disse...

Acho até que o objetivo principal delas é encenar tudo para o homem levar, mais uma vez, a fama de insensível. Assim, encerram a noite felizes por terem cumprido o objetivo de não dar e, de quebra, aportam em nossa conta o crédito de sermos obcecados por sexo.

Abraço.

Vital disse...

a monogamia sempre foi uma farsa.

excelente texto.

Sonhadora disse...

"Há a tese unânime de que seria mais simples transar do que discutir."

Também acho.

Perfeitas suas considerações sobre dar ou não dar. Ri muito.

Abraços.

Renata Santiago disse...

verdade verdadeira!

Primeira vez aqui, ganhou uma nova leitora!

@modaparamim

a_maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
elisabete disse...

É meu querido!! Ri e reconheci... Confesso que já pensei "Por fui me justificar, deviria de sedido, assim eu já estaria dormindo..." Muito bom!!! A diferença realmente fica entre a quantidade e a qualidade...
Mas vale lembrar EU AMO MEU MARIDO!!
bjcas!!!

End Fernandes disse...

Mulheres e suas taticas kkk =D

Anônimo disse...

Quando sua mulher não quiser transar com você, cerque-a enquanto ela termina de lavar a louça ou enquanto escova os dentes. Segure firme a pia de modo que ela não possa sair, se aproxime devagar e deixe que ela sinta por trás o calor do seu hálito e a vontade do seu corpo. Ela vai 'chiar', dizer sai pra lá, hoje não... calma! Não desista! Fale baixinho enquanto lhe dá beijinhos na nuca, nos ombros, na orelha : "Desculpa, mas você está irresistível hoje. Eu não estou aguentando ficar perto de você, você está tão cheirosa... um cheiro diferente, especial...". Se ela continuar tentado se livrar, vire-a devagar, mas firme e diga: "Ok, eu te deixo escapar, mas só se você me deixar beijar você primeiro". Então beije sua mulher como se ela fosse sua namorada, com paixão e calma. Deixe que ela perceba na textura de sua língua, no arfar de sua respiração e no nervosismo de suas mãos em seus cabelos, o quanto você a deseja e ATENÇÃO: não termine o beijo, deixe que ela termine, se conseguir...

Ao contrário do homem, a mulher está sempre pronta para o sexo, o problema é que em geral os homens não sabem o que fazer para elas abrirem as pernas.

Rossana disse...

Tudo perfeito, mas este trecho sensacional!!
`No brasileiro, a síndrome é doentia, a reputação tropical e quente derreteu nossos miolos. Aqui, não trepar é não amar.`

Lucianna disse...

Seu comentário foi engraçado, mas bem verdadeiro.
Só acho que, algumas mulheres precisam tomar cuidado e não tornar essa prática, ou "não prática" em hábito, pois uma hora o homem se cansa e começa à procurar quem realmente o queira.
Simples assim...
Me fez lembrar uma frase do psicanalista Flavio Gikovate, que ele postou recentemente em seu Twitter, não me lembro exatamente as palavras, mas disse mais ou menos, "que quando o homem não tem sexo da parceira, mais cedo ou mais tarde ele se "vinga". Ou arruma outra, ou vai embora.
Os homens, já normalmente, pulam a cerca sem muita cerimônia. Imaginem quando é boicotado pela própria companheira.
Ninguém é obrigado a fazer sexo toda hora.
Tem vezes que a gente não tá mesmo muito afim,tbm sou mulher e sei bem como é. Mas conheço muitas mulheres cheias de frescuras e qualquer coisinha é motivo pra não querer sexo c/ o companheiro. Depois reclamam da vida...
Precisa ver o que tá acontecendo se virar uma rotina não querer transar nunca, sempre arrumando uma "desculpinha fajuta".
Pode ser alguma doença, problema de hormônio sei lá... é bom procurar um profissional.
Ou, a mulher não ama mais o cara, mas tá com ele por conveniência ou comodidade. Daí vai levando.
Em pleno século 21, acreditem, ainda acontece muito isso.

Anônimo disse...

Sexo a gente só tem que fazer quando tem vontade. Se ele quiser ir embora ou pular a cerca por causa disso significa que é um imbecil ou que não nos ama, o que dá mesma.

juliana disse...

O segundo Anônimo de baixo para cima tem toda razão, esse sabe das coisas.
Bjos Fabro.

Monica disse...

Olha Fabrício, a coisa mais triste é quando a gente não tem mais vontade de transar com o marido. Um dia ou outro ainda passa, mas quando faz aniversário de mes,é o fim. Tem mulher e alguns homens também,que acham que o desejo acaba. Acaba uma ova. O amor acaba, então o casal tem que ter a franqueza de escolher uma vida sem sexo mas com carinho e respeito ou a coragem de partir pra outra. Quando você sente aflição só de pensar que o marido vai te tocar, não tem história de tia doente ou enxaqueca que valha o tempo perdido. Eu nunca mais passo um dia da minha vida casada com alguém por quem não sinta desejo. Um dia quando estiver velhinha, talvez eu só queira um cafuné ou massagem nos pés. Mas de alguma forma, terei desejo de ser tocada.
Quando você inventa viagens pra relaxar, passeios sem filhos, um vinho diferente e nem assim sente vontade, adeus. É o fim. E fala sério, quando o assunto é "tragédia distracional" o papo também já terminou. Tem que ficar sozinho, viver o luto do fracasso da relação e se der, partir pra outra.

Professora Marlene disse...

Você como SEMPRE escreve muito bem sobre nós mulheres, porém gostaria que todas pudessem dizer SIMPLESMENTE quero só teu abraço transar não é mais tranquilo do que contar longas histórias..
Bjos

Ana Luiza disse...

Fabricio, amo tuas crônicas. Que capacidade de dizer o simples, de maneira tão genial! rs
Sinto como se fosse um amigo, a confessar coisas q fazem parte do meu dia-a-dia também.
Agora se me permite, ando lendo tuas antigas crônicas e tenho encontrado pérolas, palavras mágicas que me encantam. estou lá , remexendo no teu outro blog, ando por volta do ano de 2005, e sei que pode parecer indelicado, mas a forma que vc escrevia pra sua ex era simplementente encantador.
Gde bj

Franklin disse...

Nunca foi tão claro!
Parece tão familiar...

Um abraço!

Anônimo disse...

Verdade. Somos as "ditadoras" do sexo numa relacao. Temos quando e onde queremos... ou nao.
Infelizmente, quando ocorre o contrario e o homem nega fogo, dai a estoria complica.

Anônimo disse...

É triste perceber aqui o quanto o machismo está intrinseco nas mulheres a ponto de não respeitarem suas próprias vontades com relação ao sexo...Como se dizer "não" fosse a coisa mais horrenda do mundo...MULHERES, PAREM DE ACEITAR O MACHISMO!

Rosefly disse...

Sempre ouvi essa historia de que "dor de cabeça" é sinonimo de não querer transar...mas alguém ai já tranzou com dor de cabeça pra ver se é bom? Desculpas para 'não fazer' podem até serem feias, mas que se na verdade existir o desconforto e a dor de cabeça...pode falar o que quizer, vou dormir mesmo. Duvido quem diga que está bem 365 dias no ano...

MOTORISTA BRASILEIRO disse...

Carpinejar, mulher quando não quer transar é igual a você tentar jogar um gato numa banheira d´água. Ele rosna, te arranha, enrijece os músculos e, quando você menos espera, escapa num segundo...ahaha...e você ainda fica pensando que pode encontrar um jeito...ahaha...abraços!

michelezgiet disse...

Bom, minha teoria é um pouco diferente. Atrás ( ou na frente) de uma mulher com dor de cabeça sempre existe um parceiro sem a mínima noção de "jogar o jogo". Nenhuma dor de cabeça resiste a uma boa investida! A "dor de cabeça" só aparece numa relação cansada e pode significar: "me observe um pouco mais", "quero ver o seu esforço", "você não está fazendo direito, seu tosco". Ao contrário do que os homens pensam, o jogo de sedução não acaba no momento em que se começa a namorar ou no dia em que as duas escovas de dente convivem harmoniosamente no mesmo armário. Além disso, toda mulher feliz é fácil para seu parceiro, não é?

Lauraine Santos disse...

Pois é... pior do que aturar um homem qndo a mulher nega fogo, é aturar uma mulher qndo o homem nega fogo!!

Aceitar o sexo forte como um simples mortal, que sente sono, cansaço e preocupação não é nada fácil para as mulheres, que crescem com a ideia do príncipe encantado, que além de lindo, cavalheiro e poderoso, é tbm um gladiador invencível que luta contra qq tipo de besta fera por sua amada!

Mas sinceramente, não há vovozinha em azilo que interfira a uma boa pegada! Nem enxaqueca... afinal, uma boa pegada cura qq enxaqueca!! kkk

bjs!

Anônimo disse...

Simplesmente Adorei porem acho que nós mulheres temos todo o direito de dizer não quando queremos. Muitos homens acham que tem que ser da forma,como e quando eles querem porem ouvir um NÃO também é saúdavel.

palomiinha disse...

Gostei muito do seu texto,foi meio engraçado,mais valeu a pena.Eu nao estou preparada mais eu quero fazer.Sera que eu devo fazer ou nao.Eu quero fazer nao quero tbm é assim fika meio complicado o que que eu faço ???

Anônimo disse...

Engraçado,comigo é bem diferente quando estou com dor de cabeça nao nego fogo para meu marido,depois a dor de cabeça vai embora rapidinho sempre é assim melhor do q tomar um remédio....hahahahaha

Anônimo disse...

Po..nao f* ne..nao fazer uma vez ou outra blz...mas nunca? E ainda acha que o cara eh imbecil? Kkkk vc deve ser bem friiigida...

Anônimo disse...

As mulheres diz que os homens são safados nada disso oque o homem não ter em casa Vai achar em outro lugar até quando o homem tem q aguentar esses drama
Ou separa e mais fácil do que iludir pessoa